domingo, 20 de novembro de 2016

Circuito Caixa 2016

Olá turma, tudo certinho?

Por aqui cobertas, xarope e muito liquido.

Isso não combina com corrida né? Voltei de Mucugê e o que aconteceu? Acordei já ruim, uma virose chata que achei que ia embora logo. Mas ela veio pra me fazer aprender algumas coisinhas.

Hoje aconteceu o Circuito Caixa e essa prova era minha meta de fazer mais uma prova de 10km esse ano. Como continuava sem melhorar, na entrega do kit tive a possibilidade de mudar a distância e resolvi que era melhor fazer 5km do que quebrar nos 10k.

Continuei tendo febre, na sexta e sábado pela tarde. Ontem a noite senti uma melhora e resolvi que ia pra prova hoje.

Fui e antes da largada a chuva já mostrou que quem iria reinar era ela.

A estrategia de fazer uma prova mais rápida e buscar RP foi por terra logo quando comecei a prova, a resistência começou a cair e a meta que era fazer a prova com Margarida não deu, fiquei mais atrás e resolvi simplesmente completar.

Internamente me questionei, vai terminar por persistência ou por insistência? Vai terminar essa prova por ego ou por vaidade? Resolvi que iria terminar por mim, quem me conhece sabe que não sou de começar algo e desistir.

Na volta a coisa se tornou ainda pior com o vento contra, no 4km a visão ficou turva, mas ficava na duvida se era porque o corpo tava me pedindo para parar ou se era por causa da chuva e quando cheguei perto do Chalezinho, respirei fundo e disse, senão parei até agora, agora é que não paro mesmo, é questão de honra terminar essa corrida.

Lógico que o tempo não foi o pior do ano, mas foi longe do que tinha traçado, bem longe.

A lição foi...respeite o seu corpo, corridas tem muitas, mas se você não tiver saúde, vai ter que ficar mais tempo de molho e menos treinos fará. Enfim lição aprendida. Fiquei com medo de voltar a ter febre, mas até agora tá tudo sob controle.

Em relação a prova, eu esperava mais da organização. Chegamos para retirar o chip e não tinha a faixa da numeração pra nos dirigirmos a fila correta e ficou uma fila única meio desnecessária.

A qualidade da camiseta achei duvidosa e o kit lanche com frutas verdes.

No mais foi bom, veio muitos atletas de fora convidados da caixa e o pódio geral não tinha como ficar fora dessa turma no 10km.

Parabéns a todos os persistentes que se superaram hoje e concluíram suas provas com RP ou não.

Contamos com a cobertura fotográfica do olho no atleta e as fotos já estão disponíveis link AQUI. Se você fez outras provas durante o ano, tem post no blog com o link da cobertura do olho no atleta AQUI.

Fotos durante o percurso feitas por Gilmar




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Corrida CT Chapada Diamantina

Olá galera, já estava com saudades de postar algo no blog.

Fim de ano está chegando e menos provas estou fazendo, então termina que fico mais tempo sem fazer post.

Hoje venho falar para vocês sobre a Corrida CT de Trilha que aconteceu na Chapada Diamantina no dia 13/11.

Confesso que fazer essa prova não estava no meu calendário, mas diante da oportunidade já que a minha assessoria Triplaforma iria com vários atletas, resolvi participar.

Tudo planejado 3 meses antes, não fizemos uma preparação específica para a prova não. Tivemos 2 treinos montados pela assessoria que fiz, mas o resto do meu treinamento foi normal.

A prova aconteceu num fim de semana com vários eventos organizados pela Gantuá em Mucugê. Chegamos no sábado pela manhã onde acontecia a Corrida de Aventura. Pelo que acompanhei da prova, era preciso utilizar a bússola para se orientar no mapa e chegar até os pontos de controle (PC's). E tinha percursos mountain bike, trekking e técnicas verticais. A prova foi desenhada especialmente para passar pelas mais belas paisagens de Mucugê, o coração da Chapada Diamantina.

No momento de passeio pela cidade víamos os atletas em duplas passando e já achei desafiador.

Vamos falar da prova que fiz. A entrega do kit aconteceu tranquilamente, a minha parceira de prova retirou nossos kits composta por uma sacola da prova, pulseira e número de peito.

Como a inscrição foi feita com o kit básico, não teve camisa, mas quem quisesse comprar, pagava R$40,00. Como a assessoria fez uma camiseta específica para prova, não senti falta.

As 18hs aconteceu o congresso técnico da prova. Até então não tinha a menor noção do que me esperava. Fiquei impressionada com a quantidade de atletas que compareceram. Acho que muita gente assim como eu não sabia muito sobre a prova e queria conhecer mais.

A prova contou com três percursos: Light (6,5k), Power(11,3k) e Mega Power(21k). Vencia a dupla que conclui-se o percurso no menor tempo.

A novidade da prova foi que não existia inscrição específica para um dos percursos acima. Todo mundo estava inscrito no percurso light e a medida que chegavam nos pontos de controle, optava por avançar para o percurso Power ou concluir o percurso Light.

Como planejado fizemos o percurso light que os 5k se tornou 6,5km.

O clima ajudou bastante, com largada as 9hs o tempo tava bem fechado com possibilidade de chuva. Pouco tempo depois que largamos uma chuvinha fina nos surpreendeu, mas não chegou a atrapalhar.

Largamos da praça dos garimpeiros, percorremos uma parte da cidade que tem um calçamento de pedras chatas para correr e com a chuva requeria atenção redobrada para não escorregar.

Pegamos um pequeno trecho da BR e logo entramos num percurso de areia e em seguida trilha.

Não fotografei muito porque ficava com receio de correr e cair porque boa parte da trilha requeria muito cuidado para não tropeçar em pedras, mato, etc.

Com minha parceira e amiga Margarida
Chegada

Não consegui pegar Magoolin no percurso. Essa foi a parte chata, diante disso não terei as super fotos dele.

Quem teve a oportunidade de ser clicada, vão ter fotos lindas em breve no site do Olho no Atleta. Cada ponto da trilha fiquei em êxtase com a paisagem.

Quando chegamos no ponto de controle, tínhamos a opção de ir para o percurso Power(11,3), mas como minha parceira vinha de uma recuperação de gripe, sentiu a altitude da prova em alguns trechos, concluímos a prova do percurso light (6,5k).

Se você me perguntar Cassinha vale apena fazer a prova ano que vem?

Vou dizer em alto e bom som "SIM" vale apena fazer se você gosta de prova de aventura. Confesso que eu achei o meu percurso tranquilo de ser feito, não vi grande dificuldade. Pra vocês terem ideia eu acho o percurso de 5km da Running Daventura mais difícil que o percurso light que fiz nessa prova. Não sei se estava preparada pra prova ou realmente não existe tanta dificuldade assim.

Ouvi algumas pessoas que fizeram a versão Power(11,3k) falando o mesmo. Que o percurso de 10km da Running Daventura é mais difícil que o percurso Power. Foi unanime de todos da assessoria que a versão Mega Power foi muito difícil.

De um modo geral vejo diferenças. Na Running Daventura você tem muito percurso com areia fofa que pra quem não está acostumado em treinar na areia sente. Na Corrida do CT é mais trilha, tem muita pedrinha, passamos por um riachinho que dá pra molhar o tênis. Trechos com muita pedra e pontos de mata. Ficava sempre chamando por minha dupla pra não ficarmos muito longe do grupo, com receio de me perder. Mas estava bem sinalizada com fitas laranjas indicando na mata.

Se você for fazer recomendo ir forte nos três primeiros kms, depois disso em muitos trechos você tem que andar.

Não tenho como falar dos percursos Power e Mega Power porque não participei, mas quem fez adorou a experiência.

Conclui a prova tão bem, que fiquei com gostinho de que podia mais.

Uma sugestão que dou é por mais que você não seja competitivo, que não esteja preocupada com colocação e tempo, procurar um parceiro no mesmo nível que você.

Essa prova obrigatoriamente você tem que chegar em dupla senão é desclassificado. Minha escolha foi bem acertada, obrigada Margarida por acreditar que poderia fazer essa prova com você.

Salvador deu um show na prova, levando muitos atletas, a Triplaforma foi com 40 atletas, a Performance e Triação também levaram muitos atletas.

Contamos também com a participação da Assessoria Renato Maia e Rafael Peralva que teve pódio com Djane.

Parabéns a Triplaforma por ter abraçado e ter montado toda a estrutura para que seus alunos pudessem concluir muito bem cada percurso escolhido.

Parte dos atletas da Assessoria por Edson Magoolin - Olho no Atleta Bahia

Se você quer participar ano que vem, ouvi comentários que a prova irá acontecer no fim de semana do feriado do dia 02/11/17. Certamente se tiver oportunidade de fazê-la, quero participar e lógico com meta de pelo menos concluir a versão Power.

Fica como sugestão para quem for a Mucugê, se hospedar na pousada Mucugê, almoçar no Restaurante da Dona Nena e se deliciar nas pizzarias Rosa Chá e Pizzaria Garagem.

A Pousada Mucugê fica numa excelente localização, conta com um delicioso café da manhã e profissionais super atenciosos. Os quartos são amplos e bem confortáveis.

Na segunda dia 14/11 aconteceu as 15h o Uphill Cruzeirão, este desafio foi direcionado a apenas os atletas que fizeram o percurso Mega Power, seja da corrida de aventura ou da corrida em trilha. Tomada de tempo em subida de 700 metros, vencia quem subisse no menor tempo.

Os resultados da prova estão disponível AQUI

Os primeiros colocados do percurso Mega Power foram atletas locais e temos que referenciar esses caras. A dupla Luciano Novaes Sales/Manoel Messias Alves Oliveira concluíram a prova com o tempo de 01:46:02.

As fotos durante o percurso foram realizadas pelo Olho no Atleta, já estão disponíveis para aquisição AQUI. Gostaria de parabenizar a toda equipe da organização Gantuá que nos proporcionou uma prova impecável.

Mucugê é uma cidade agradável e com trilhas desafiadoras.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Cobertura do Olho no Atleta


Olá gente, tudo certinho? Esse fim de semana e no próximo estarei fora das provas então não teremos update do que rolou nas provas.

Quem já está no mundo da corrida algum tempo, conhece o trabalho do Olho no Atleta Bahia nas principais provas do estado e até fora né?

O olho no Atleta Bahia é composto pelos fotógrafos Edson Claudio e Leonardo Trindade. Eles não fotografam apenas esporte. #ficaadica

Aproveito a oportunidade para incentivar o #diganaoaoprint. Você não entra num taxi e pede carona até o seu destino, correto? Isso também vale para as fotos feitas por qualquer fotógrafo.

Ao avistar esses guerreiros pelo percurso façam sua melhor pose e o tradicional "C" ou "L" e adquira seu momento de superação e de alegria.

Esses dois se desdobram pra cobrir as provas de Salvador e fazem isso com amor, dedicação e profissionalismo.

Então abaixo disponibilizo pra vocês o link das principais provas feitas de 2015 até hoje.

Se você quer adquirir suas fotos basta com o seu número de peito localizar nos links das provas e comprar. Para aqueles que correm sem inscrição, vocês pode adquirir suas fotos no "Atletas não identificados"

Se você optar por tamanhos a partir do médio, terá tratamento nas fotos pelo fotógrafo que o clicou. Quando verem esses dois nos percursos de camisa verde, façam a sua melhor pose e comprem seus momentos de superação.

Lembrando que as fotos são digitais, você não receberá a foto em casa via correio, sempre deverá baixar pelo site do Olho no Atleta.

Coberturas Olho no Atleta Bahia ⁃ Wine Run Vale do São Francisco: 06 / 09 / 2015
Volta de Pituaçú: 06 / 09 / 2015
XXX Corrida do Águia: 13 09 / 2015
Circuito das Estações | Primavera: 27 / 09 / 2015
Farol a Farol: 04 / 10 / 2015
Corrida Dia Municipal do Atletismo: 11 / 10 / 2015
Corrida da ASA: 18 / 10 / 2015
Corrida Paratodos: 18 / 10 / 2015
Disney Magic Run: 18 / 10 / 2015
Corrida Outubro Rosa Novembro Azul: 01 / 11 / 2015
Caminhada UNIFACS: 07 / 11 / 2015
Desafio Ciclístico: 08 / 11 / 2015
Corrida Sunrise: 15 / 11 / 2015
Corrida Colorida Combate ao Câncer Infantil: 22 / 11 / 2015
Alpha Night Run: 28 / 11 / 2015
Track & Field | Shopping Paralela: 29 / 11 / 2015
Corrida das Cores: 06 / 12 / 2015
Meia da Conceição: 08 / 12 / 2015
Circuito das Estações | Verão: 13 / 12 / 2015
Circuito Metabólico Raniere Trindade: 19 / 12 / 2015
Maratona Caixa da Bahia: 20 / 12 / 2015
Corrida Sagrada: 14 / 01 / 2016
Corrida Noturna de Verão: 16 / 01 / 2016
Corrida dos Comerciários: 24 / 01 / 2016
Corrida da Folia: 31/ 01 / 2016
Beach Cross: 21 / 02 / 2016
Corrida do Itaigara: 28 / 02 / 2016
Corrida das Rosas: 06 / 03 / 2016
Circuito das Estações | Outono: 20 / 03 / 2016
Desafio Street & Beach Run: 03 / 04 / 2016
Corrida Viver Bem Salvador Shopping: 10 / 04 / 2016
Meia Maratona de Porto Seguro: 17 / 04 / 2016
Corrida de Tiradentes: 24 / 04 / 2016
Corrida do Trabalhador: 01 / 05 / 2016
Track & Field | Shopping da Bahia: 08 / 05 / 2016
Night Run | Etapa Coruja: 14 / 05 / 2016
Desafio Três Faróis: 15 / 05 / 2016
Volta de Pituaçú: 21 / 05 / 2016
Circuito da Longevidade Bradesco: 05 / 06 / 2016
Corrida Riachuelo: 12 / 06 / 2016
Corrida dois de Julho: 02 / 07 / 2016
Rei e Rainha do Mar: 03 / 07 / 2016
Circuito SESC: 10 / 07 / 2016
Circuito das Estações - Inverno 17 / 07 / 2016
3ª Corrida Santiago de Compostela 31 / 07 / 2016
Track&Field Shopping Barra: 07 / 08 / 2016
Treino das Assessorias de Salvador: 13 / 08 / 2016
Corrida Duque de Caxias: 21 / 08 / 2016
Desafio Bike Run: 28 / 08 / 2016
20ª Corrida dos Bancários: 28 / 08 / 2016
Farol a Farol: 04 / 09 / 2016
Circuito Sunrise: 11 / 09 / 2016
31ª Corrida da Águia: 18 / 09 / 2016
Circuito Honda Night Run: 24 / 09 / 2016
Circuito das Estações Primavera: 25 / 09 / 2016
Running Daventura 2016: 08 / 10 / 2016
Track&Field Villa Forma: 09 / 10 / 2016
Volta ao Parque de Pituaçu: 12 / 10 / 2016
8ªCorrida dos Médicos: 16 / 10 / 2016
Corrida do Asa: 23 / 10 / 2016
Corrida Contra a Corrupção: 06 / 11 / 2016
Corrida CT Chapada Diamantina: 13 / 11 / 2016
Circuito Caixa: 20 / 11 / 2016
Circuito Caixa: 20 / 11 / 2016
Quem ama Corre: 26 / 11 / 2016

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

O feriado é santo, mas o treino é sagrado!

Olá gente, essa semana eu estou inspirada heim? Três dias e três posts no blog....Sucesso!

Hoje vim compartilhar com vocês um treino montado pelos alunos da Assessoria Go Marathon do grupo Triplaforma a qual eu faço parte pra aproveitar o feriado e manter a planilha em dia.

Em poucos dias o treino foi montado com duas largadas consecutivas as 6hs rumo a Igreja do Bonfim.

Largada 1 aconteceu no Farol da Barra com um percurso total de aproximadamente 12,4km e a segunda largada no Campo Grande com percurso de 8,5km.

Como sei que a turma do pelotão 1 é caveira, seria difícil acompanhá-los pelo trajeto e com receio de ficar muito para trás era mais sensato sair do Campo Grande que daria em torno de 8,5km e a turma embora bem mais forte que eu, ficaríamos próximos.
Pelotão do Farol da Barra

Contamos com a hidratação móvel de Catatau, Cristina e Prof. Raoni que se revezaram em vários pontos do percurso para nos hidratar com água gelada e motivação.

E assim largamos as 6hs, olha a turma guerreira que largou no Campo Grande. A turma da Ana Lúcia logo se distanciou da gente no segundo km e contei com a parceria de Angela, Mariana e Fabiana que não me largaram momento nenhum.
Pelotão do Campo Grande

A cada momento que cansava vinha uma me puxar, Mariana e Angela quando corriam um pouco mais logo voltavam para não ficarmos distante e Fabiana ficou do meu lado o tempo inteiro.

Já contei com a ajuda de Fabiana na Farol a Farol e foi maravilhoso. E hoje novamente contei com a ajuda tripla, foi ainda mais especial.

Pelotão Azul


Parte da turma do pelotão caveira nos ultrapassou próximo a praça irmã Dulce e chegamos na Igreja do Bonfim cheias de orgulho, eu então muito feliz por ter concluído.

Os que vinham mais atrás por acompanharem uma colega que fez uma cirurgia e estava indo agradecer o sucesso da sua recuperação chegaram um pouco depois.

A medida que íamos chegando, nos dirigíamos a Igreja do Bonfim para agradecer, rezar e em seguida nos confraternizar com um super café da manhã especialmente montado pela organização.


Foi maravilhoso reencontrar a turma, gente que treina em outros dias e nem sempre nos encontramos.

E a resenha foi pouca? Claro que não.

Aproveito a oportunidade para agradecer a turma que organizou o treino, a hidratação gentilmente liberada pela assessoria e aos professores que participaram e nos deram todo o suporte necessário no caminho.

Ao pelotão azul meu muito obrigado por não me deixarem só, vocês foram demais.

Fiquemos com as fotos do percurso, não teve a cobertura do Olho no Atleta, mas rolou foi foto.






Triplamigas!

Se você fez a Running Daventura e Track& Field confiram o post das duas provas AQUI e AQUI.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Track&Field Villa Forma

Olá gente, tudo certinho? Hoje é dia de falar da Track&Field Villa Forma que aconteceu no domingo (09/10) no Rio Vermelho.

Sempre estamos acostumados a ter edição da Track&Field ao redor de algum shopping, dessa vez tivemos o prazer de correr num bairro que acontece passagens de corredores, mas nunca uma largada e chegada no bairro mais alternativo e boêmio de Salvador.

Desde a abertura das inscrições percebemos que a marca vinha com tudo para essa prova e fomos conquistados com banner na cor rosa em alusão ao Outubro Rosa com o nosso nome. Já me conquistou né!

E se quem é corredor já sabe do quanto as provas da Track&Field são impecáveis, essa prova conquistou muitos novos corredores, muito aluno da academia se permitiu experimentar o gostinho de correr uma prova tão especial.

Quando largamos, vimos aquele tapete rosa com cerca de 1300 corredores felizes com um único objetivo, se superar e fazer o seu melhor por um percurso lindo e desafiador.

A entrega do kit aconteceu nos 3 dias que antecederam a prova e com um atendimento impecável, não deu para sair de lá sem comprar algo da marca que gosto tanto.

Você tinha a possibilidade de personalizar a camiseta e conhecer a estrutura da Villa Forma com incentivo de 50% de desconto na primeira mensalidade caso quisesse aproveitar e começar a malhar na academia.

Fim de semana com prova dupla onde no sábado corri a Running Daventura a meta de domingo era curtir a prova, mas fazer um tempo melhor que a Track&Field shopping Barra, nem que isso significasse diminuir alguns segundos.

Missão dada, missão cumprida. Chegamos cedo a arena da prova e aproveitamentos para curtir os amigos e tirar muita foto com a turma da assessoria.

Dado a largada, ficamos mais atrás e aproximadamente 2minutos depois passamos pelo pórtico com uma alegria tremenda de participar de mais uma edição do circuito Track&Field.

Como o meu percurso foi de 5km, largamos na praia da paciência e fomos em direção a Ondina fazendo retorno próximo a UFBA em direção ao Rio Vermelho.

Nos enganamos por achar que é uma prova totalmente plana, tivemos alguns aclives e declives logo no primeiro km de prova. O tempo até ajudou um pouco, mas achei mais difícil completar o percurso e bater a meta de tempo, mas com a surpresa de encontrar Mariana nos 600ms finais ela me fez sair da zona de conforto e consegui cumprir a minha meta. Mari, obrigada pela ajuda e nossa se não tivesse o aperto de mente não teria concluído a prova com Sprint final que fiz.

Meta alcançada e prova concluída era hora de circular e curtir a estrutura da prova. Parabéns a Villa Forma e a Track&Field pela linda prova que fizeram. Desejamos que essa etapa se mantenha em 2017.
Foto by Edson Magoolin - Olho no Atleta Bahia

Ainda contamos com a locução da Patrícia Abreu, do show de Magary Lord, cobertura fotográfica do Olho no Atleta Bahia e pódio da querida Claudia Paim. Tinha como ser melhor?

Se você fez a edição da Villa Forma, a cobertura fotográfica feita pelo Olho no Atleta já está disponível para aquisição AQUI. Diga não ao print de fotos, afinal você não entra num taxi e pede uma carona até o seu destino, mesmo assim vale para as fotos.

Registros da prova feito por amigos que estavam na prova







Se você quer se inscrever nas próximas corridas de rua de Salvador, clica AQUI para saber de todas as provas que estão com inscrições abertas.

O meu calendário de outubro finalizou de provas, mas de treinos a planilha está recheada de treinos, feliz pelo volume aumentar, muitos kms de treinos vem por ai, acompanhem por aqui.

domingo, 9 de outubro de 2016

RUNNING DAVENTURA 2016 - FOI LINDO

Olá galera, tudo certinho?

No dia 08 de outubro, aconteceu a corrida de aventura mais linda da Bahia a Running Daventura.

Não estava no script participar dessa edição e estava triste em quebrar o ciclo de participações nessa prova que foi onde eu comecei a correr em 2012. Mas eis que gentilmente a organização da prova me convidou pra participar e pensem na felicidade da pessoa?

Estava louca para experimentar o novo percurso de 10km, mas com um fim de semana de dobradinha de corridas, fiz os 5km que já conheço, mas que toda vez que faço me surpreende, me emociona e me desafia.

Essa prova não é pra se preocupar com tempo, exceto os atletas que buscam pódio é uma prova pra você curtir a natureza, se sentir livre e conversar com você mesmo, curtir a permissão dada pela natureza para estarmos ali dentro dela.

A entrega do kit foi muito tranquila, peguei no primeiro dia e foi rápida. Sacola ecológica, brindes de patrocinadores, squeeze e chip descartável no número de peito. Você ainda tinha a opção de escolher a cor da camiseta e alguém tem dúvida da cor que peguei? Olha ai!


Como tenho um carinho especial por essa prova fiz questão de usar a camiseta da prova. Chegamos bem cedo a Praia do Forte, o acesso ao local das vans foi bem organizada e rapidamente estávamos no Castelo Garcia D’Vila.
Foto by Edson Magoolin

Dai em diante foi uma manhã de muita emoção e alegria, era nítida a minha felicidade. Momento certo para encontrar com a turma da assessoria na tenda, curtir a arena montada especialmente para gente, com vários serviços disponíveis com medição de glicemia e pressão gratuitamente.

Essa prova você vê famílias inteiras correndo e com o percurso kids que entrou no circuito ano passado, mais ainda ir a Running Daventura é um programa esportivo em família na Praia do Forte.

Mas vamos falar da prova, organização foi nota mil. 2015 já foi muito bom, 2016 foi ainda melhor, inscrições esgotadas mostrava que as pessoas que gostam de prova de aventura não iam deixar a oportunidade passar.

A estratégia foi correr os 3 primeiros que são mais "tranquilos" e os dois últimos com muito trecho de trilha com areia fofa e a subida conhecida como Tiazinha mais lento, com momentos de caminhada.
Foto by Edson Magoolin - Olho no Atleta

Prova toda sinalizada, staffs atentos, água gelada no percurso e a chegada sempre cheia de carinho e incentivo de todos que assistem a prova. Obrigada Bamberg pelo carinho de sempre, muito feliz por você continuar na locução da prova.

Terminou sendo minha melhor participação nos 5km desta prova, bom demais né?
Foto pós largada by Leo Trindade - Olho no Atleta

Foto próximo a chegada - BY Leo Trindade - Olho no Atleta

Pós Prova com as Triplamigas

DaVentura parabéns por mais um ano de sucesso, por se preocuparem com cada detalhe. Tiago parabéns pelo percurso de 10km, não fiz, mas só ouvi elogios e o quanto a prova foi mais desafiadora do que o percurso anterior. O feedback de todos que encontrei no pós prova foi extremamente positivo.

2017 será ainda mais especial, porque todo ano é melhor que o ano anterior, depois de todo o percurso de trilha, areia chegar e receber essa linda medalha foi bom demais.


Olhe a evolução das medalhas dessa prova!



Com a turma da Assessoria




Foto by Edson Magoolin - Olho no Atleta



Se você nunca fez essa prova, recomendo colocar no calendário ano que vem, certamente vai vivenciar uma experiência pra lá de especial dentro da Reserva Sapiranga.

Se você fez essa prova apenas em 2014, convido você a voltar ano que vem, certamente você vai conhecer a verdadeira essência de correr a melhor prova de Trail Running da Bahia.

A prova em 2017 já tem data definida, será dia 27/05/2017, já reservem a data.

Gantuã já viu a responsabilidade que vocês terão de me conquistar na Corrida CT da Chapada Diamantina em Mucugê no próximo dia 13/11. Será difícil tirar o cantinho especial no meu coração da Running Daventura.

A cobertura do Olho no Atleta já está disponível para aquisição AQUI das fotos. Diga não ao print de fotos!

Está afim de saber quais provas estão com inscrições abertas em Salvador, clique AQUI e confira tudo.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Desafio Berlin Marathon Challenge 2016

Olá gente, tudo certinho?

Hoje eu venho falar para vocês de um desafio que participei no Strava (app de corrida e ciclismo).

Pois bem, Magoolin comentou nos grupos que participamos do desafio Berlin Marathon Challenge 2016 do strava, como forma de homenagear a Maratona de Berlin. O desafio era correr 26,2 milhas (42,16 km) ao longo de quatro dias.

O desafio começou no sábado (24/09) e o último dia para cumprir a distância foi 27/09. O Desafio começa e termina com base nos fusos horários locais de cada corredor.

Entradas manuais no app, corridas em esteira e corridas marcadas como “privadas” não contavam para pontuar no desafio.

Todas as atividades tinham que ser registradas durante o período do Desafio no Strava.

A estratégia que inicialmente resolvi adotar foi fazer 10,5km a cada dia, no sábado fiz um treino super encaixado no fim da tarde onde 9km foram debaixo de chuva, acho que muitos que me acompanham no instagram viram eu comentar. Terminei o sábado com 14km completados.

No domingo a estratégia era sair de casa e correr na Av. Magalhães Neto, já que não estava inscrita no Circuito das Estações e não faço prova de pipoca. Mais fiquei de preguiça o dia todo, resultado não treinei. Lição tirada disso? Quando 99% do seu corpo pedir descanso, dê a ele 102% de disposição e vá treinar, a preguiça não pode ser maior do que o seu objetivo. Não ter treinado no domingo quase me tira do desafio. Digo quase né, porque quando me comprometo a fazer algo eu vou até o fim. Desistir não era opção.

Eu tinha 2 dias úteis para correr 28km, para quem já está acostumado com distancias acima de 10km, tiraria de letra, mas eu, tadinha me desdobrei. Na segunda fiz 11,5km. E na terça eu tinha 17 km para percorrer.

Como não podia ficar para trás, levantei na terça cedo e fiz 10km antes do trabalho, fui pro trabalho caminhando mais 1km na conta, na hora do almoço fiz mais 2,2km indo no mercado e de noite o restante, resultado? Desafio cumpridíssimo.

Magoolin fez do seu desafio treinos impecáveis, na segunda pela manhã já estava com 100% do desafio cumprido em apenas 3 treinos...oh homem competitivo. Tinha como ser diferente? Foi o primeiro da assessoria a completar.

O movimento dentro do grupo da assessoria foi fantástico, todo mundo apoiando, quando alguém mostrava alguma desmotivação, vinha alguém e motivava todo mundo.

No geral foi muito positivo participar, não foi fácil, foi cansativo, sonhava com isso todas as noites. Mas quando vi que o desafio estava completo, nossa bateu uma sensação de superação, uma alegria.

Vamos aos os números, embora o desafio tenha terminado, os participantes têm até sexta feira para transferirem os seus treinos realizados até ontem para o app. Diante disso a classificação muda um pouco, o definitivo será na sexta.

Mas nesse momento os meus números são:

2ª colocada entre os 5 concluintes da assessoria. Fui a segunda por fazer 43,3km, ou seja, uma folga de 1,1km da distância alvo que era 42,16km.

Entre os 21.482 participantes no mundo inteiro, fiquei em 4.761.


Entre as mulheres, tivemos 2.858 participantes e a minha classificação foi 628.

Já na classificação por pais, tivemos 792 brasileiros participando, onde fiquei em 123º.

Ou seja, só tenho o que comemorar, não é?

O que eu ganhei com isso? Uma medalha virtual no strava, otimismo e motivação para encarar as metas do último trimestre do ano.

Parabéns a todos que concluíram o desafio, em especial a Simone e Mariana da assessoria que foram guerreiras e foram até o fim junto comigo.