terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Domingo Multi Sports

Olá gente, tudo certinho?

No último domingo aconteceu duas provas lindíssimas no Farol da Barra. Uma parceria entre a Febatri, Rede de academia Alpha Fitness com a organização da Personal Club e apoio da Prefeitura Municipal de Salvador executaram a Alpha Sunny Run no Farol da Barra e a terceira etapa da Copa do Nordeste de Triathlon no Porto da Barra.

As 4:30 o Porto da Barra começou a receber os triatletas de várias regiões do pais, seja pra enfrentarem uma prova individual ou de revezamento.

Eu tinha a dupla missã, correr a prova Alpha Sunny Run e acompanhar a prova do Triathlon onde Magoolin(@hipster_triatleta) iria fazer a prova de revezamento.

Como a prova de Triathlon começou as 6:30 com a prova de natação, 15min depois Magoolin já estava iniciando a sua prova de ciclismo. Alguém tem dúvida que ele fez uma prova impecável? Não né! Arrasou e em 40min completou sua prova passando o bastão para Mariana concluir a prova com 5km de corrida.

As 8h13 começava a minha prova. Depois de 6 meses sem fazer nenhuma corrida foi um momento maravilhoso. Largamos no Farol da Barra com destino as gordinhas em Ondina onde retornarmos para o Farol. Amo correr na Barra, a energia e o visual daquele lugar é grandioso.

No meu passinho de tartaruga completamos a prova e deu uma vontade de voltar a fazer provas todo fim de semana.

Não podia deixar de agradecer a Margarida pela inscrição.

A prova de um modo geral foi organizada, pontos de hidratação com bastante água gelada. Staffs atentos e uma variedade de frutas, açai e gatorade na chegada.

Os ciclistas que estavam pelo percurso e que não estavam inscritos precisam ter a consciência e o cuidado com o espaço do evento. Vimos várias pessoas colocando em risco os atletas que estavam fazendo a prova. Vão assistir, mas nada de ficar transitando pelo percurso. Esses atletas chegam a pedalar a 35km por hora ou mais, com um espaço pequeno para fazerem as voltas e retorno, qualquer obstáculo pelo percurso pode gerar sério acidente.

Parabéns a Febatri por trazer o Triathlon para o Porto da Barra. Torcemos que novas provas retomem ao local.

Quem participou da prova de Triathlon o resultado está disponível AQUI.

A nossa assessoria Triplaforma deu um show com seus atletas seja na corrida quanto na prova de Triathlon. Em destaque tivemos André Peixinho conquistando o 3º lugar na sua categoria na prova de Triathlon .

E fotos foi o que não faltaram.

















Foto by Leonardo Trindade Olho no Atleta



Foto by Leonardo Trindade Olho no Atleta
Foto by Leonardo Trindade Olho no Atleta

Foto by Leonardo Trindade Olho no Atlteta

As fotos realizadas pelo Olho no Atleta Bahia da prova do Triathlon estão disponíveis para aquisição AQUI.

As fotos realizadas pelo Olho no Atleta Bahia da Alpha Sunny Run estão disponíveis para aquisição AQUI.

sábado, 7 de outubro de 2017

Primeiro pedal em grupo

Olá turma tudo bem?

Hoje meu post não será para falar de corrida e sim a da primeira experiência de participar de um grupo de pedal.

Sim, Cassinha pedala. Desde que comprei a bike no fim de fevereiro. O interesse em participar desses pedais era enorme, mas a insegurança de sair de casa sozinha para chegar até o ponto de encontro dos pedais mais próximos de onde moro me fez pausar a ideia.

Embora já pedalasse com as bikes do Itaú desde 2013, comecei timidamente saindo com a bike apenas nos domingos para fazer entre 20 e 30km na Magalhães Neto. Além de ser perto de casa, fica fechado aos domingos.

O medo de pedalar na rua é ainda grande, mas sair de onde moro até a Magalhães Neto é aproximadamente 2km, então sempre enfrentei o medo.

Com o passar dos meses, me senti confiante em fazer duathlon (ciclismo+corrida) no grupo de corrida que treino junto com a turma que faz Triathlon. Lógico que o ritmo dessa galera é muito diferente do meu.

Eu na minha simples montabike fico para trás rapidamente, fora que o ritmo do pedal que eles fazem é insano. Enquanto eu chego no máximo a 23km por hora, eles fazem voltas de 31 a 35km por hora na Magalhães Neto ou até mais.

Embora a minha paixão seja a corrida, a bike dia a dia foi me conquistando e hoje se você me chamar para pedalar todos os dias eu vou dizer SIM. Até ai, os treinos se resumiam em alguns sábados no TECA, terças, quintas e domingos na Magalhães Neto.

Uma colega de grupo de corrida que faço parte, Nilzete sempre me incentivou a dar o primeiro passo nos pedais em grupo e me indicou iniciar pelo pedal Pri Realmente Iniciante. Onde a proposta é realmente incentivar os ciclistas iniciantes que o mundo do pedal é possível para qualquer um.

Hoje finalmente foi a minha estreia no pedal em grupo. Me surpreendi com o acolhimento desde o momento que cheguei, quando me apresentei e informei que era minha primeira vez num pedal em grupo, não faltou gente pra me dá as boas-vindas, além dos responsáveis pelo grupo Michele e Silas.

O que Nilzete me falava da solidariedade e acolhimento do grupo a todos é excepcional. A participação dos pequenos também foi algo que me surpreendeu. Os pais que já pedalam levam seus filhos, todos devidamente uniformizados e cheios de vontade.

Com a chegada de todos os participantes, Silas deu as orientações iniciais, os cuidados que temos que ter e aprendi sinalizações que nem imaginava que existia. Fiquei no meio do pelotão e iniciamos o percurso pela ciclovia no Jardim dos Namorados sentindo Rio Vermelho. Engraçado que eu sempre dava uma distância de mais de uma bike da pessoa da frente, pra ficar atenta ao momento de frear e me sentir confortável. Na volta eu já me senti muito mais confiante em ficar mais próximo do meu colega da frente.

O percurso foi bem tranquilo, o ritmo para mim foi bem fácil. Mas a experiência foi extremamente agregadora e válida. No mundo do ciclismo eu sou uma estreante então, chegar com humildade é essencial.

Reconheci situações similares de quando estamos correndo ou em provas, onde os carros ficam buzinando aquele pelotão de corredores. No ciclismo é bem parecido, mesmo com a ajuda dos batedores que nas transversais pediam calma, sinalizavam para os carros esperarem um pouco, a vontade era sair gritando, "calma motoristas, são vidas que estão aqui, vamos ter um pouco de bom senso.

Ouvíamos piadinhas do tipo “agora pedalar virou moda, olha a quantidade de pessoas na rua, que ousadia?” Mas com muita calma os batedores (ciclistas que fecham o transito nos cruzamoentos) iam sinalizando para gente seguir porque enquanto vinha aquele paredão de bikes os carros se mantinham parados. Se dávamos espaços eles inevitavelmente invadiam.

Fizemos o percurso parte via ciclovia, parte na rua e essa dinâmica foi nova para mim, que pedalava apenas em ambientes com o transito controlado ou fechado.

Ao chegarmos no Rio Vermelho paramos para alguns descansarem, bebermos água, tiramos fotos e até conversamos um pouco sobre o trajeto inicial.

A Triplaforma no pedal!

Eu toda tímida tirando foto no intervalo.

A turma toda reunida.

Adorei participar, após 3 sábados, posso migrar pro Pri Evolução que acontece as terças feiras as 20hs com um percurso maior e um ritmo maior.

Agradecimentos a Nilzete pela indicação, o cuidado dos batedores e o carinho de todos em especial a Silas e Michele. Certamente voltarei mais vezes.

As estreantes do dia.

Claro que não vou largar a corrida, é que nesse momento usar essa dobradinha(pedal e corrida) ao meu favor será muito bom.

Tenho muito a melhorar no ciclismo, é um esporte novo para mim. Mas eu já me senti mais confiante na volta para casa sozinha.

Vamos correr, pedalar, nadar se movimentar turma.

Se você se interessou, acesse a página do facebook do grupo, aqui.

Até a próxima!

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Provas com inscrições abertas em Salvador

Olá gente, segue a relação de provas com inscrições abertas em Salvador.

XXXIV CORRIDA RÚSTICA DA ASA-> 12/11/17
Site de inscrição:Corridas Online
Percurso:5 e 10km
Local da Prova:Farol da Barra
Dia da prova:12/11
Largada: 7h
Valor Inscrição: Pelo site no período de 09 a 27/10/2017, R$60,00 para federados e R$70,00 para não federados.
Na FBA poderão ser efetivadas de 09/10 a 08/11/2017 das 14 às 18h, R$50,00 para federados e R$60,00 para não federados.


II Desafio Bike and Run-> 15/11/17
Site de inscrição:Central da Corrida
Percurso:Somente corrida ->5,7km, somente ciclismo ou bike + ciclismo
Local da Prova: Pelourinho
Dia da prova:15/11
Largada:6:15 para corrida e 7:30 para ciclismo.
Valor Inscrição: R$100,00 + taxa até 06/10. R$120,00 + taxa até 05/11/2017


3ª CORRIDA COLORIDA DE COMBATE AO CÂNCER INFANTIL 26/11/17
Site de inscrição:https://www.centraldacorrida.com.br/iii-corrida-colorida-de-combate-ao-cancer-infantil
Local da Prova: Jardim dos Namorados
Dia da prova:26/11
Largada: 7:30h
Valor Inscrição: 70,00 até 30/09/80,00 até 30/10/90,00 a partir de 01/11.

CAMINHADA CLUBE ESPANHOL-IGREJA DO BONFIM> 03/12/17
Site de inscrição:Central da Corrida
Percurso: 14km
Local da Prova:Clube Espanhol.
Dia da prova:10/12
Largada: 7h
Valor Inscrição: 115,00.

ALPHA SUNNY RUN-> 03/12/17
Site de inscrição:Central da Corrida
Percurso:5 e 10km
Local da Prova: Farol da Barra
Dia da prova:03/12
Largada:8h.
Valor Inscrição: R$99,00 até 30/10
R$109,00->01/11/2017 a 12/11/2017
R$119,00->13/11/2017 a 19/11/2017
R$129,0020/11/2017 a 26/11/2017


Circuito das Estações Verão> 10/12/17
Site de inscrição:Circuito das Estações
Percurso: 5 e 10km
Local da Prova: Jardim dos Namorados
Dia da prova:10/12
Largada: 7h
Valor Inscrição: 104,99 kit básico/129,99 kit plus/164,99 kit vip.

Corrida Solidária da Polícia Civil da Bahia> 17/12/17
Site de inscrição:Circuito das Estações
Percurso: 8, 5 e 3km(caminhada)
Local da Prova: COE
Dia da prova:17/12/17
Largada: 7h
Valor Inscrição: R$60,00.

ASICS Golden Run 2018 -> 17/06/18
Site de inscrição:Central da Corrida
Percurso: 21km
Local da Prova: Local não definido
Dia da prova:17/06/18
Largada:6:40h.
Valor Inscrição: R$150,00(kit básico)/250,00(kit vip)


Farol a Farol 2018-> 02/09/18
Site de inscrição:Central da Corrida
Percurso:5, 10,21km, quarteto(5KM) e dueto(10km)
Local da Prova: Farol da Barra
Dia da prova:02/09/18
Largada:6h.
Valor Inscrição: R$110,00


sexta-feira, 21 de julho de 2017

Recomeço

Olá gente, tudo bem? Do último post da Running da Daventura, deveríamos ter tido o post falando da minha estreia na meia maratona do Rio que aconteceu no dia 18/06.

Infelizmente no dia 11/06 recebi a notícia do falecimento de meu pai que estava internado, mas apresentava um quadro estável. Diante de uma notícia dessa, todo o planejamento de trabalho e viagem não tem mais sentido, fiquei 30 dias em Petrolina imersa ao luto e as decisões que precisam ser tomadas pós morte.

Nunca tinha perdido ninguém próximo. É um momento que você fica sem chão e precisa refletir sobre a sua vida. Existem muitas fases de negação, questionamentos, busca por razões para entender, mas nesse momento tenho que viver a dor, dá suporte a minha mãe e recomeçar.

Não tem sido fácil, mas aos poucos retomei os treinos de corrida e bike. Isso me ajuda especialmente quando a dor se transforma em choro.

A saudade é imensa, até porque tinha um pai extremamente presente. Um homem querido por todos, um grande exemplo de pai, de profissional e de ser humano. Ninguém se prepara para viver a morte, mas vivam a vida, aproveite o momento em vida para estar mais com sua família.

Parece que o destino não quer que minha estreia nos 21km seja no Rio. Porque em 2016 me lesionei, 2017 acontece essa tragédia. Como sei também que tudo acontece no seu tempo, entrego nas mãos de Deus. Em algum momento esses 21km será desbravado.

Enquanto isso, deixo o link (AQUI) do calendário de provas que está com várias provas boas com inscrição aberta. Nos vemos nas pistas.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Running Daventura 2017 foi um sucesso!

Olá gente, tudo bem? No sábado (27/05) participei da Running Daventura 2017, uma prova de trail running que acontece na Praia do Forte com largada e chegada no Castelo Garcia D'Ávila. Das 9 edições da prova, fiz parte de 6. Foi a minha primeira prova em 2012 e desde então sempre tento não perder nenhuma edição. Tenho um orgulho muito grande de ter iniciado minha vida na corrida nessa prova.

Mas Cássia o que tem de tão especial nessa prova para fazê-la sempre? A conexão com a natureza, a reserva da Sapiranga, o encontro com os amigos, o desafio de fazer um percurso novo (porque todo ano tem alguma novidade) e contar com uma organização que se preocupa com cada detalhe para nos proporcionar uma experiência espetacular são alguns dos fatores que me fazem escolher ela em detrimento a qualquer outra prova no mesmo dia.

Como estou a 3 semanas da meia maratona, não queria ter nenhum contratempo então optei por fazer o percurso que já conheço e que tem como ponto desafiador o 4ºkm para fazer o seu coração sair pela boca com a ladeira da Tiazinha, no mais os 5km é um percurso gostoso de fazer e todo mundo pode completar.

Foto by Leonardo Trindade - Olho no Atleta.

Chegamos na Praia do Forte umas 6:50 debaixo de chuva. Até a largada acontecer rolou muita chuva e parte do percurso estava bastante escorregadio e com muitos pontos de lama. Tinha momentos que a chuva passava mais logo reaparecia. Mesmo assim conseguimos curtir um pouco a arena reencontrando os amigos.

Com percurso de 5, 10, 15km e corrida kids, me surpreendi com a quantidade de mulheres que se desafiaram nos 15km. O pódio ficou muito bonito porque só tinha mulheres determinadas, que não vão para uma corrida dessa só curtir a natureza.

A turma da Triplaforma compareceu em peso e fizemos bonito nos variados percursos.





Outro ponto positivo está na adesão das crianças na corrida kids. A turminha se superou, nas categorias menores até rola uma timidez, mas quando se soltam vão com tudo.

Muito feliz por ter participado de mais uma edição e que venha a RD2018. Espero não ter nenhuma prova alvo próxima pra me aventurar nos 15km porque correr na Bahia é massa.

As fotos realizadas pelo Olho no Atleta estão disponíveis AQUI.

Se você deseja saber as provas que estão com inscrições abertas em Salvador, clique AQUI.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Track&Field Shopping da Bahia

Oi turma tudo bem? Pra variar o meu post de hoje é pra falar de que? De corrida. Esse final de semana participei da edição da Track&Field Shopping da Bahia. Nunca tinha feito essa edição que estreou ano passado e aprovei. Como sou daquele tipo de gente que adora pegar o kit no primeiro dia, a Track&Field arrasa com 3 dias de entrega no shopping onde será a prova. Retirei o kit rapidamente e sem fila alguma.

Essa edição você tinha 3 opções de kit, me arrependi porque não peguei o kit vip. Confesso que esperava mais do porta medalhas do kit plus que foi o que peguei. Achei muito pequeno. Senti falta dos brindes que normalmente esse circuito oferece.

A largada foi dada às 7:01 hs da manhã, comigo largaram todas as meninas da assessoria. O dia estava de sol, mas nada tenso. Até achei pelo dia anterior que rolaria uma chuvinha, mas o sol comandou.

A prova teve percurso único de 6km e nossa como tinha gente forte, como sempre gosto de largar no fundo porque sou lenta e não quero atrapalhar quem busca performance, esse deveria ser o pensamento de todos.

Percurso excelente, difícil para quem não treina ladeiras. Via muitas pessoas reclamando sempre que via uma a frente. Certamente será um percurso que vou me atrever fazer em treinos durante o dia. Mesmo lenta, gostei muito e certamente voltarei ano que vem. Acho que minha prova poderia ter sido bem melhor, especialmente no segundo km.

O ponto forte foi contar com o incentivo do @suco_do_coroa no último km. Ele sempre faz a prova dele e depois volta para resgatar os mais lentos, muitas vezes ele nem conhece a pessoa, mas faz questão de ajudar. Ah quem não goste, mas eu adoro. Foi muito positivo porque terminou sendo o meu km mais forte.

A próxima prova será a meia maratona do Rio. Após a minha estreia nos 21km(finalmente né gente?), vocês me verão em poucas provas, a meta é focar no treinamento, na respiração que tá muito ruim, no fortalecimento muscular na academia e especialmente na alimentação.

Acho muito lindo quem prega a corrida como diversão, sem se preocupar com tempo, que só se preocupa com a medalha, mas gosto e quero evoluir. Não me comparo com ninguém, a comparação é com quem eu fui na corrida e estou muito aquém.

Cada medalha que eu tenho, foi fruto de esforço do km inicial até o último. Não sou aquela pessoa que faz fotos lindíssimas para postar nas redes sociais para ganhar muitos likes, seguidores, inscrições e ostentar um portfólio de medalhas de fazer inveja. A corrida para mim é bem mais que isso. Levo a sério cada prova escolhida e certamente em cada prova tenho a vivência de cada km até o pórtico de chegada. Os meus resultados estão em cada prova que faço, são tempos altos eu sei, mas são meus e estão lá para quem quiser ver.

Deixo aqui as fotos da prova, o pré e pós prova da minha assessoria foi espetacular. Estávamos numa energia muito boa nessa corrida. O suporte dos professores Leonardo e Nando foi muito bom.
Aquecimento com a turma da assessoria

Turma da assessoria

A sequência de fotos de Edson Magoolin que você ama.





Foto by Edson Magoolin

Foto by Edson Magoolin

Com o @Suco_do_Coroa. Foto by Leonardo Trindade.

Foto by Leonardo Trindade.

As fotos da prova registradas pelo no Olho no Atleta estão disponíveis AQUI.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Update e sugestões

Olá gente, tudo certinho? Estou meio de tpm sem estar de tpm, alguém me entende? Hahahahaha é a abstinência de chocolate, de doce no geral, mas ficarei até o dia da minha primeira meia maratona que acontecerá a exatamente daqui a 29 dias sem comer chocolate.

Outra novidade é que voltei para academia, depois de 1 ano e meio sem musculação na minha vida, estou de volta desde o início do mês e nossa como está sendo bom. Agora eu só quero saber de ir para academia. Ainda mais que acabou de inaugurar e a pessoa se empolga querendo aproveitar toda a estrutura, com tudo novinho.

Mas Cássia qual é o objetivo do post heim? Na verdade, foi mais para dizer que eu estou viva, dá um alô e não apenas para falar de alguma corrida que participei.

Aproveito para deixar a dica de 3 posts falando da Meia Maratona da Asics que aconteceu pela primeira vez em salvador com cerca de 3mil atletas se superando nos 21km no dia das mães. Como não fiz a prova não fiz post sobre o assunto então no Blog do Hostil, Blog do Roberto Encarnação e Vida Corrida da Dart vocês ficam sabendo tudo que rolou em óticas diferentes. Vale a leitura.

http://runnerhostil42.blogspot.com.br/

http://corridaderuaecicloturismo.blogspot.com.br/

http://www.vidacorrida.net/

Estive na prova como expectadora, fui de bike e pude gritar muito pelo percurso os amigos que estavam fazendo a prova. Uma pena um atleta que vinha muito bem passar mal a 200ms do pórtico de chegada. Certamente teria recebido medalha top100.

Além disso, gostaria de lembrar que quem participou da prova as fotos dos nossos dois fotógrafos queridos Leonardo Trindade e Edson Magoolin estão disponíveis no site do Olho no Atleta, clicando AQUI. Sou fã do trabalho dos dois de carteirinha, então vamos prestigiá-los adquirindo suas fotos.

Torço que essa prova venha para ficar, está chato só ter a Farol a Farol para turma que curte fazer uma meia maratona em Salvador. Precisamos de mais provas desse porte e organização. O fato do chip de papel foi o grande ponto negativo da prova, acredito que a empresa deva mudar, até porque o circuito passará por Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo e em três outros países da América do Sul como Argentina, Chile e Peru. Certamente eles não vão querer vê a confusão e as reclamações na hora de definir quem era o top 100 dos homens e top 20 das mulheres.

Nosso próximo bate papo será para contar da Track & Field Shopping da Bahia, primeira que vez que participo desse percurso.

Depois foco e pensamento para a minha primeira meia maratona que será no Rio no próximo dia 18/06, torçam por mim. Já estou na expectativa.